Hypercast

Dallas, 1994, Copa do Mundo. Nas quartas de final, o Brasil enfrenta a Holanda. O Cotton Bowl está lotado. O jogo terminará 3 a 2 para os Greenoro, mas é o segundo gol brasileiro, o do bombardeiro Bebeto, que entrará para a história por sua alegria. Ele queria dar as boas-vindas a seu filho Matheus, nascido poucas horas antes. Decidiu parar de correr e começou a balançar os braços, como se fosse um berço. Alguns companheiros se juntaram a ele e, junto com ele, criaram uma das mais famosas coreografias pós-marcação de todos os tempos. Também naquele ano, mais ou menos na mesma latitude, mas deste lado do Oceano Atlântico, um grupo de jogadores de vermelho e branco, liderados pelo colombiano Migel Angel Guerrero, decidiu partir em um trem inusitado e inesquecível de Bari para o resto do mundo.

Postagem anterior
Próxima publicação
Podcasts relacionados
Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *